News

26 de mai de 2013

Texto: Por uma vida com mais emoção


É chato, né?! Quando, queremos que algo ocorra de uma certa maneira e acaba ocorrendo de uma maneira totalmente diferente. Sim, isso dói. Ter um passarinho na mão, e de uma hora para outra perder ele. Ele não estava na gaiola, e nem iria ficar ali para sempre. Ele chegou, ficou o seu tempo predestinado e foi embora. Foi embora, na hora certa. Mesmo que pareça que foi a hora errada agora. Mesmo, que você sofra com isso agora, o futuro irá te mostrar que tem coisa bem melhor te esperando...é isso que nos faz continuar certo? Ter certeza de dias melhores. E quando tudo isso, que parece um turbilhão sem fim agora, e o acontecimento ou a falta dele são as coisas mais importantes do mundo, no futuro, você irá perceber o quão exagerada você foi. Que você fez uma tempestade em um copo d'água. Totalmente sem necessidade, se desgastou sem necessidade, chorou sem necessidade e sofreu sem necessidade. Então, agora mesmo antes que fique tarde, para que você não tenha que passar por tudo isso novamente, uma menina mais inteligente iria mudar. Mudar, levar a vida com mais tranquilidade, se importar menos com as coisas. Porém no fundo, iria se tornar amarga. E eu não gostaria de ter isso para mim. Por mais que tenha durado uma semana, um mês ou até mesmo um dia...foi forte, foi cem por cento emoção, coragem por ter enfrentado um novo desafio. Eu prefiro, me arrepender por te feito algo, do que ficar para sempre pensando, e se eu tivesse feito aquilo, ou e se eu tivesse feito isso. Eu prefiro passar noites em claro chorando, por que cada lágrima irá ter valido à pena, que nem cada gargalhada.  8 ou 80000. Nada de meio termo, e sempre que possível no 80000 por favor! Prefiro ser intensa, e ser feliz. Ah, a vida poderia ser tão mais descomplicada, porém eu prefiro complicar ela cada vez mais e viver. Eu prefiro, quebrar a cara milhões de vezes, mas pelo menos ter a certeza de que eu tentei.Viva, pois a vida é bela.


Espero que gostem do texto!
Mil Beijos
de uma amiga,
que odeia as duas palavras
"e" "se"..

Nenhum comentário:

Postar um comentário